Você está aqui
Home > #Destaque > Gramado solidária

Gramado solidária

Mais de R$ 138 mil devem ser destinados pela Prefeitura às instituições sociais de Gramado
Projetos de Lei foram protocolados pela administração municipal

A título de subvenção social, o Executivo de Gramado protocolou, na última semana, cinco projetos de lei que visam contribuir financeiramente com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, a Associação de Assistência e Caridade de Gramado – Damas de Caridade e a Associação Evangélica Luterana de Beneficência – Instituto Santíssima Trindade. No total, R$ 138.617,00 devem ser repassados às entidades.

Pelo PL 051/18, a Prefeitura de Gramado fica autorizada a contribuir financeiramente com a Associação Evangélica Luterana de Beneficência – Instituto Santíssima Trindade em até R$ 25.000,00. O projeto social presta assistência às crianças e adolescentes, adultos e famílias, assim como idosos em situação de vulnerabilidade ou risco social. Também o PL 055/18 autoriza o Município a contribuir com até R$ 37.500,00 ao mesmo Instituto para custear o fornecimento de energia elétrica pelo período de seis meses.

Já para a aquisição de materiais pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE para uso nos atendimentos ofertados nas áreas de terapia ocupacional, psicologia e psicopedagogia dos grupos de Convivência Ambientoterapia I e II, Oficina Terapêutica e de Produção, o Município fica autorizado pelo Projeto de Lei 052/18 a conceder até R$ 17.367,00 à entidade.

A APAE deve ser contemplada ainda com mais um recurso da Prefeitura, de até R$ 25 mil, para a revitalização estrutural dos espaços de atendimentos especializados às pessoas com deficiência intelectual e/ou múltipla. A concessão é estabelecida pelo PL 053/18. A emenda vem do Vereador Volnei da Saúde, do Progressistas.

Com o objetivo de fomentar o projeto social das Damas de Caridade, que consiste em ministrar cursos de costura, patchwork, informática e culinária, buscando promover a qualificação e a independência econômica do indivíduo integrante de famílias de baixa renda, através do Projeto de Lei 054/18, o Município fica autorizado a contribuir financeiramente com o valor de R$ 33.750,00 à associação.

Notícias Similares

Deixe uma resposta

*

Topo