Você está aqui
Home > Brasileirão > ORGANIZAÇÃO E SUPERAÇÃO – RUMO AO GRENAL

ORGANIZAÇÃO E SUPERAÇÃO – RUMO AO GRENAL

Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA

Olá amigos, desta vez com mais alegria para conversar com vocês sobre Grêmio. Depois de uma vitória emocionante sobre uma grande equipe, que vinha embalada e badalada. Abrimos caminho para mais um Grenal em nossas vidas.

Credito essa vitória aos cascudos do nosso time, aqueles que já passaram dos 30, que já viram de tudo nessa vida. Falo de Douglas, Edilson e Marcelo Oliveira. Os caras já não tem mais idade para serem craques, deixaram o trem passar no passado, os mais criticados, mas neste jogo foram fundamentais. Usaram aquilo que tem de melhor, a experiência, e que qualquer craque da nova geração vai demorar alguns anos para saber o que aconteceu no jogo.

Pra começar o Grêmio juntou os cacos da derrota diante do Atlético Paranaense, e por incrível que pareça, não fez nenhum treino com bola ou tático entre um jogo e outro. Somente academia e reuniões. Voltaram seus pensamentos para o emocional que estava fragilizado, pois sofreram muito com este fator no jogo anterior.

Ninguém comentou isso, mas afirmo que o goleiro santista foi estudado pelos comandados de Roger. Falo isso porque os dois primeiros gols que o Grêmio fez foram iguais um ao outro, porém com padrão diferente dos que o Grêmio costuma fazer, chutando forte de fora da área. Algum gremista estudioso percebeu que o goleiro do Santos espalma os chutes fortes, o que fizeram? Puseram alguém para pegar o rebote. Quando o Santos viu já era 1×0, no início do primeiro tempo, Luan chutou com força, Vanderlei espalma e Giuliano pega o rebote livre escora para rede.

E é aí que eu mencionei no início, um exemplo clássico onde a experiência falou mais alto: aos 33 minutos, Edilson aplica um chapéu no craque Lucas Lima, que não gostou nenhum pouco com a atitude do lateral e começou um pequeno tumulto, Edilson usa de esperteza e fica caçoando do craque: “Tomou chapéu, tomou chapéu”, isso dá para entender na leitura labial do lance. Resultado, um cartão amarelo para cada um, e o jovem craque bravo e raivoso.

E logo após, quase um replay do primeiro gol, só que desta vez Douglas apareceu para concluir após a espalmada de Vanderlei.

No segundo tempo o Santos tenta uma reação e impõe o seu ataque qualificado pra cima do Grêmio, toma conta do jogo e faz 2×2. Copete aproveitando um lance de bola parada, como sempre, e o talentoso lateral Zeca que acerta um forte chute de longe. Nessas alturas do jogo era melhor que acabasse no empate mesmo, pois o Santos estava mais próximo que o Grêmio de marcar o terceiro gol. Mas aí a organização e a superação do Grêmio fez com que segurasse o ímpeto santista. O zagueiro Thyeri sai machucado e Fred continua em campo no sacrifício, pois as 3 substituições já haviam sido feitas. No final do jogo o Grêmio resolve dar uma pressão na saída de bola santista e Marcelo Hermes rouba a bola, toca para Giuliano que faz uma ótima jogada individual na intermediária e solta para o próprio Marcelo Hermes que se infiltra em alta velocidade na área e põe no canto de Vanderlei, aos 44 do segundo tempo não dando tempo para mais nada.

E daqui para frente tudo é Grenal. O encontro com o nosso maior rival é diferente de tudo, o jogo valerá os mesmos 3 pontos de qualquer outra partida, mas a velha frase batida sempre está em alta: Grenal é Grenal!

17170871430_d23f45c04b_k
Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA

Neste Grenal vou apontar os 5 aspectos que acho relevantes para nós gremistas:

1 – Teremos a volta de Miller Bolaños, que reencontrará Willian, no último encontro dos dois, o equatoriano levou a pior e levou um cotovelaço de Willian, que resultou numa fratura de mandíbula e o tirou de operação por vários jogos. Espero que este encontro seja menos caloroso que o úlitmo. E que o fator Bolaños desequilibre o jogo a nosso favor.

2 – O jogo será realizado ás 11 horas, horário perfeito para levar a família ao estádio e fazer uma festa sadia e legítima. Deixando de fora os bagunceiros e arruaceiros que sujam o nome das torcidas de futebol. Ainda sonho em ter novamente estádios divididos com grande número de torcedores das duas equipes.

3 – O jogo é um confronto direto na classificação, Grêmio em terceiro com 21 pontos e Inter em quarto com 20. Quem ganhar, além de botar vantagem numérica sobre o adversário terá a chance de passar o vice líder Corinthians que tem 22 pontos e tentar encostar no líder Palmeiras com 25.

4 – O técnico Tite já confirmou presença, e vai conferir de perto o maior clássico do mundo. Com 3 jogadores convocados para as Olimpíadas em campo. Luan, Willian e Dourado.

5 – O juiz do jogo será Dewson Fernando Freitas, que já apitou Grenal e não deixou dúvidas sobre a sua atuação. Atuou no Grenal do 5×0. E isso me vem ótimas recordações.

O maior clássico do mundo irá acontecer recheado de bons motivos para o que o Grêmio leve mais uma vitória para casa. Meu palpite, 2×1 pro Grêmio.

Então, domingo 11 horas da manhã, todas as atenções voltadas ao Beira Rio. Será um ótimo espetáculo para quem for. Para os que ficam em casa, poderão fazer como eu, misturar várias paixões em uma só ocasião: churrasco, cerveja e Grenal. Um abraço e até a próxima.

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo