You are here
Home > Flores Comestíveis > A origem da beleza nos nossos pratos tem Sabor de Flor

A origem da beleza nos nossos pratos tem Sabor de Flor

Foto: Prato do Containner Bistrot decorado com Sabor de Flor/Divulgação

Com o crescimento e desenvolvimento do mercado gastronômico, os chefs e confeiteiros têm buscado cada vez mais novos produtos para decoração dos seus pratos. Nesse cenário, as flores comestíveis vêm conquistando cada vez mais espaço, visto que agregam não só beleza, mas eventualmente também sabor às produções.

Vale lembrar que consumimos flores comestíveis no nosso dia a dia, tais como a couve-flor, o brócolis e a alcachofra, presentes há muito tempo em nossas casas. As precursoras do mercado de flores comestíveis na alta gastronomia foram a capuchinha (Tropaeolum majus L.), flor de coloração laranja com um sabor levemente picante, assemelhado ao do agrião, cujas folhas também são consumidas, e o amor perfeito (Viola x wittrockiana Gams), com as mais intensas e variadas cores e de sabor levemente adocicado.

Com isso em mente, os empresários Daniela Selbach, bióloga, e Jorge Magnus Junior, estudante de biologia, decidiram investir na produção destas delicadas e adoráveis flores. Ambos apaixonados pela natureza, aliaram paixão e negócios com a ideia de produzir, de forma orgânica, um produto com demanda na região.

A montagem da estufa foi iniciada em janeiro de 2017, no bairro Celulose em Canela. Eles começaram a estudar formas de cultivo de espécies comestíveis. Todo o cultivo é feito em bancadas altas e isoladas. É utilizado somente composto orgânico proveniente de composteira própria ou adquirido em empresa certificada pela rede de orgânicos do Brasil. O controle de insetos e fungos é feito de forma biológica sem o uso de químicos (herbicidas e pesticidas) e, ervas daninhas eliminadas de forma manual. As mudas são adquiridas de produtor orgânico.

A apresentação das flores é feita com a montagem de amostras e entrega porta a porta para os comerciantes e chefs conhecerem o produto e, para os que não conhecem, entenderem como uma flor pode enriquecer o prato com investimento de baixo custo. A venda das flores é feita principalmente para restaurantes, chefs, pâtisseries, confeitarias, hotéis, fruteiras e, claro, para os curiosos que pedem para provar. Hoje contam com clientes fixos em Canela, Gramado, Três Coroas e estão expandindo para Porto Alegre.

As espécies cultivadas são flores de estação, além de algumas encontradas o ano todo. Contam com uma variedade de 16 espécies, algumas com mais de uma variedade como amor perfeito (grande, médio e mini) e margaridas (diferentes cores). São elas: cravina, begônia, capuchinha, brinco de princesa, amor perfeito, torênia, margarida, mini rosa, verbena, flor de mel, boca de leão, lobélia, malvavisco, bellis, borago e calêndula. Sempre estão buscando novas espécies, após o estudo para certificação de que são comestíveis e como se dá o cultivo.

Recentemente, saíram do “anonimato” e formalizaram a marca “Sabor de Flor, Flores Comestíveis”. Para conhecer e provar suas flores, entre em contato pelos telefones (54) 981696998 Dani e (54) 996462211 Nuno.

Similar Posts

One thought on “A origem da beleza nos nossos pratos tem Sabor de Flor

Deixe uma resposta