You are here
Home > Gastronomia > 26ª Festa da Colônia de Gramado: gastronomia e cultura se unem para contar a nossa história

26ª Festa da Colônia de Gramado: gastronomia e cultura se unem para contar a nossa história

 

Considerado o evento mais querido da comunidade gramadense, a Festa da Colônia é ponto de encontro infalível de moradores e turistas, relembrando anualmente as origens do nosso povo e da nossa cultura.

IMG_5030

É difícil falar em Festa da Colônia, sem que a outra parte não abra um sorriso e diga: “Vamos???”

Sabemos que, desde o mundo antigo, as pessoas sempre se questionaram quem eram e de onde vinham. Talvez por isso que esta festa agregue tanto significado aos envolvidos, porque todos gostamos de saber que somos parte de algo e que temos origens em comum.IMG_5036

Meu bisavô, João Grings, por exemplo, construiu o moinho Grings que hoje é ponto turístico na Linha Tapera aqui em Gramado. Impossível não me emocionar em participar deste evento que é uma belíssima homenagem aos imigrantes da nossa terra.

Lembro  que meu falecido avô, agricultor, Pedro Canísio Weber, não faltava a nenhum desfile da Festa. Vindo do interior de Nova Petrópolis, era uma imensa alegria para ele ver a exaltação da cultura e dos hábitos rurais em plena Borges de Medeiros. Bela lembrança. Saudade.

IMG_5058

Enfim, vamos falar da gastronomia?

Para quem nunca visitou a festa e ainda está em dúvida do que vai encontrar, ou para aqueles curiosos em conhecer o menu deste ano, compartilho com vocês o cardápio do restaurante alemão. Embora ame a culinária IMG_5031italiana, resolvemos (eu e minha família) começar provando o alemão neste último domingo.

Para esclarecer, as opções de gastronomia são as mais diversas na festa!

No Bierplatz, por exemplo, as pessoas se reúnem para degustar bolinhos de batata e de aipim, choop, suco de uva, spritzbier (refrigerante de gengibre), batata frita, etc. Os bolinhos de batata são os protagonistas do evento!

IMG_5071

 

Já no Café de la Nonna, você encontra variadas opções de bolos, tortas doces e salgadas, sobremesas, sanduíches, e também a possibilidade de tomar o café colonial completo.

IMG_5072

 

IMG_5069

 

 

 

 

 

 

 

Nos Fornos à Lenha, ao lado do Café de la Nonna, os colonos reproduzem constantemente suas receitas de família: pães, biscoitos e cucas dos mais variados sabores, fazem parte do rol de quitutes que os visitantes podem levar para casa, ou apreciar no local, ainda quentinho.

Imagina estes pães e cucas fresquinhos saindo do forno, e você sendo abraçado pelo cheirinho de assado, nesta atmosfera lúdica e encantadora… é demais, né gente?

E agora as delícias do Fogão da Oma que mencionei no início do post! 🙂

IMG_4997

Menu:

Estes são alguns dos pratos, ainda servem Einsbein (joelho de porco), sopa de carne com legumes, cuca, pão, saladas diversas e sobremesa (sagu de vinho com creme e ambrosia).

Vale lembrar que a culinária da festa é típica dos nossos imigrantes, a qual foi sendo revisitada dos seus países de origem, de acordo com a disponibilidade dos ingredientes da região.

IMG_5027 IMG_5029

O almoço sai por R$27,00 mais bebidas (chopp, spritzbier, suco, água e refrigerante). Você pode escolher entre a cozinha alemã e a italiana.

Bom, e depois de toda esta comilança, a recomendação é pegar seu par e se dirigir ao palco central para dançar uma “bandinha” alemã e queimar essas calorias, risos. Se esta não for uma opção, pelo menos assista aos espetáculos, como os de danças folclóricas, que preenchem de alegria o local.

Só não vá embora sem prestigiar a Feirinha de Produtos Coloniais! Lá, além dos queijos, salames, vinhos e graspas, você também encontra artesanato local.

E corre, porque a festa vai só até dia 01 de maio de 2016, na Expo Gramado!

Programação completa aqui: http://gramadotur.net.br/wp-content/uploads/2016/03/Flyer-2016.jpg

Um abraço e Prosit!

 

Similar Posts

Deixe uma resposta