Você está aqui
Home > Reflexão > Viver, amar, sorrir

Viver, amar, sorrir

Iniciou 2018. Após os votos de amor, paz, prosperidade e união dedicados no Natal e reiterados na celebração do ano novo, aqui estamos, com um ano novinho para que possamos iniciar (ou seguir) as ações em nosso dia a dia que contribuem para a prática dos bons votos, da nossa alegria e satisfação. A cada manhã, somos contemplados com uma nova oportunidade.

Sinto que é como se estivéssemos iniciando tudo de novo, com novos desafios, novas conquistas, novos olhares, novas paisagens. Há coisas que, a nossa percepção, permanecem estáticas, mas mesmo assim elas podem ser percebidas de outros ângulos- são a parte material do mundo, o que foi construído pelo ser humano.

Mas o que importa mesmo são aquelas coisas essenciais: que se movem, se modificam e nos alimentam – as coisas do coração e da mente, que são nossos sentimentos, sonhos, inspirações. Cabe a nós acolhermos, iluminarmos e colocarmos em prática nossos desejos mais profundos de acordo com nossas prioridades. Afinal, 2018 está nos presenteando com novas oportunidades de sentirmos e sermos o que lá em nosso interior desejamos. ❣️

 

 

Deixe uma resposta

Topo