Você está aqui
Home > Cinema > A RESISTÊNCIA POR AQUARIUS

A RESISTÊNCIA POR AQUARIUS

O 44º Festival de Cinema de Gramado não poderia ter como filme de abertura uma escolha melhor, Aquarius, dirigido por Kleber Mendonça Filho, estrelado pela diva maior do cinema brasileiro Sonia Braga – homenageada da noite com o Troféu Oscarito – e representante brasileiro no Festival de Cannes.

IMG_4503
Foto: Eduardo Macedo/SoupNews

O filme de quase duas horas e meia de duração justifica toda a aura que vem se criando em seu entorno, e como Kleber disse pouco antes do inicio, é sobre uma heroína que faz o que acha certo dentro de seu contexto.

A heroína Clara, vivida de forma incrível por Sonia Braga, é uma crítica musical aposentada que se recusa a sair do prédio onde vive, e para isso bate de frente com a construtora que comprou todos os apartamentos, exceto o dela, com ex-moradores e até mesmo com o questionamento dos filhos.

O filme é narrado em três capítulos, tem uma trilha sonora incrível, afinal, a música se mostra muito importante na vida e na personalidade de Clara, pode esperar Queen, Maria Bethânia, Gilberto Gil e por aí vai.

A questão financeira não é o mote do filme, é sim de resistência, de preservação das memórias, essas tão importantes na vida de Clara. É um filme que vale muito a pena ser visto, principalmente pela reflexão social que ele incita.

AQUARIUS 2

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo